6 fatores que podem causar a depressão na gravidez

Muito se fala sobre a depressão pós-parto, porém, pouco se difunde o fato de que a mulher pode desenvolver essa doença durante a gestação.

Muito se fala sobre a depressão pós-parto, porém, pouco se difunde o fato de que a mulher pode desenvolver essa doença durante a gestação. Inúmeras condições contribuem para isso, sejam eles físicos, hormonais, psicológicos ou ambientais. Confira a seguir os 6 fatores mais frequentes que podem causar a depressão na gravidez.

 

Alterações hormonais

 

Já é sabido que, durante a gravidez, a mulher passa por alterações hormonais intensas que regulam o corpo para tornar possível a formação do bebê. É comum que esse processo traga mudanças no humor e deixem a mãe mais sensibilizada. No entanto, em alguns casos, pode ser o fator desencadeante de um quadro de depressão, especialmente naquelas que possuem histórico da doença.

 

Histórico de depressão

 

Estudos mostram que as mulheres que já têm um histórico de depressão – seja ela associada ou não a uma gestação anterior – são mais propensas a desenvolverem novamente a doença na gravidez. Por isso, nesse caso, desde o início do pré-natal já é importante informar o especialista que for fazer o acompanhamento sobre esse fator. Desse modo, ele pode orientar medidas que auxiliem na prevenção de um novo quadro.

 

Gravidez indesejada

 

Quando a gestação não foi planejada, é comum que a mulher leve um choque com a descoberta. Muitas vezes, sua estrutura de vida não está preparada para a chegada de um bebê, seja do ponto de vista profissional, financeiro ou emocional. Nesse sentido, a reação a essa mudança tão drástica e inesperada pode ser bastante negativa, atuando como um possível fator de risco para a depressão.

 

Problemas conjugais

 

Outro fator comum são as discordâncias significativas entre a gestante e o seu cônjuge. Muitas vezes, o companheiro não reage ou se comporta da forma como ela espera. Nesse contexto, a gestante já emocionalmente fragilizada não sente o apoio desejado por parte do cônjuge. Um cenário como esse pode ser um dos elementos causadores da depressão gestacional.

 

Complicações na gestação

 

Uma gestação conturbada, com problemas tanto para a mãe quanto para o bebê, pode deixar a mulher mais ansiosa e apreensiva, temendo pela sua própria saúde e pela do seu filho. Isso também deixa a gestante mais propensa a um diagnóstico de depressão.

 

Mudanças físicas

 

Com a gravidez, naturalmente o corpo da mulher começa a atravessar uma série de mudanças. A forma como cada uma lida com isso é muito particular. Algumas enxergam essas transformações como algo essencialmente negativo e não se reconhecem mais como mulheres quando se olham no espelho.

Para além dessa questão visual, a disposição para trabalhar e fazer coisas que antes apreciava também pode ser afetada. Tudo isso contribui para uma espécie de crise de identidade. Dependendo do caso, também pode ser um fator de risco.

Independentemente do fator causador, é essencial que a depressão na gravidez seja diagnosticada o quanto antes, para que a mulher receba as orientações para o tratamento adequado, evitando maiores complicações.

Por isso, se você está grávida e suspeita que possa estar desenvolvendo um quadro depressivo, não deixe de procurar um especialista.

Referências Bibliográficas:

  • https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/fertilidade/emocional/alteracoes-hormonais-na-gravidez-podem-causar-depressao,8b08aa524dd0e310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html
  • https://www.fetalmed.net/depressao-durante-a-gravidez-mais-comum-do-que-voce-imagina/#:~:text=Os%20principais%20fatores%20de%20risco%20associados%20a%20depress%C3%A3o%20na%20gravidez,Hist%C3%B3ria%20de%20depress%C3%A3o
  • https://psiquiatriapaulista.com.br/depressao-gravidez/
  • https://aps-repo.bvs.br/aps/quais-fatores-podem-causar-a-depressao-gestacional/

Procure um especialista

Ver mais

';

    Assine nossa newsletter



    oi