A hiperplasia prostática benigna tem cura?

A hiperplasia prostática benigna é caracterizada pelo crescimento da próstata mas não possui relação com o câncer nessa região.

A hiperplasia prostática benigna é caracterizada pelo crescimento da próstata mas não possui relação com o câncer nessa região.

Essa patologia pode impedir ou dificultar a passagem da urina através da uretra, sendo mais comum o desenvolvimento dessa doença em pacientes do sexo masculino maiores de 50 anos.

Quando a hiperplasia prostática benigna não é tratada, é possível que algumas complicações sejam vistas no paciente, levando a infecções, obstruções e até prejuízos no funcionamento dos rins.

Se você quer entender um pouco mais sobre como funciona essa patologia, quais os sintomas e se tem cura a partir dos tratamentos, confira as informações que separamos a seguir:

 

Sintomas da hiperplasia prostática benigna

 

A hiperplasia prostática benigna pode causar alguns sintomas iniciais assim que o aumento da próstata bloqueia a passagem de urina.

Os profissionais da saúde geralmente utilizam o termo “sintomas do trato urinário inferior” para que os sintomas da hiperplasia prostática benigna sejam descritos.

Os sintomas iniciais são a dificuldade da micção ou a sensação de não ser completa. Como a bexiga não se esvazia por completo, os homens podem ir ao banheiro com mais frequência, principalmente no período da noite.

Além disso, a diminuição da força para urinar e o volume da urina são característicos na HPB. Esses sintomas também podem ser causados a partir de doenças como câncer de próstata, infecção urinária e bexiga hiperativa.

 

Principais causas da doença

 

É muito mais comum observarmos o aparecimento da hiperplasia prostática benigna em pacientes homens maiores de 50 anos. A causa inicial não é conhecida, mas é possível que envolva alterações hormonais.

Alguns medicamentos utilizados pelo paciente também podem aumentar a resistência do fluxo da urina pela uretra, fazendo com que a contração da bexiga seja diminuída, bloqueando essa passagem de forma temporária.

 

A hiperplasia prostática benigna tem cura?

 

Muitas dúvidas são colocadas em questão para saber se a hiperplasia prostática benigna tem cura. Os tratamentos só são necessários em casos de complicações ou sintomas incômodos ao paciente.

Quando os sintomas causam infecções ou comprometem o funcionamento dos rins, é preciso que o tratamento seja iniciado o quanto antes para evitar futuras complicações mais graves.

Existem alguns medicamentos que podem acabar piorando os sintomas, e por isso, é importante procurar por especialistas para garantir que o consumo é seguro.

Confira os principais tratamentos da hiperplasia prostática benigna:

 

Medicamentos

 

Geralmente os médicos passam medicamentos como o tratamento inicial da hiperplasia prostática benigna. Eles ajudam a relaxar alguns músculos da próstata para que o fluxo da urina seja melhorado.

Alguns desses medicamentos também ajudam a bloquear os efeitos dos hormônios do homem que podem acabar gerando o aumento da próstata, fazendo com que ela reduza e diminua a necessidade de o paciente passar por uma cirurgia.

 

Cirurgia

 

Quando os medicamentos não são eficazes para tratar a hiperplasia prostática benigna o paciente poderá passar por uma cirurgia. O procedimento mais comum é a Ressecção Transuretral da Próstata.

É extremamente importante que, em caso de qualquer alteração no trato urinário, um médico especialista seja procurado para identificar a doença e iniciar o tratamento o quanto antes! Além disso, acompanhe todos os conteúdos que preparamos para você em nosso site.

 

Referências Bibliográficas:

  • https://pebmed.com.br/hiperplasia-prostatica-benigna-diagnostico-e-tratamento/
  • https://eurofarma.com.br/artigos/tratamentos-para-hiperplasia-prostatica-benigna
  • https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/problemas-de-sa%C3%BAde-masculina/dist%C3%BArbios-benignos-da-pr%C3%B3stata/hiperplasia-prost%C3%A1tica-benigna-hpb

Procure um especialista

Ver mais

';

    Assine nossa newsletter



    oi