Atenção aos primeiros sinais de puberdade precoce

Em primeiro lugar, existem diversas fases na vida de uma pessoa, e a transição entre a infância e a fase adulta, traz várias mudanças e experiência.

Em primeiro lugar, existem diversas fases na vida de uma pessoa, e a transição entre a infância e a fase adulta, traz várias mudanças e experiência novas, mas pode acontecer que os sinais da puberdade surjam mais cedo, o que é chamado de puberdade precoce. 
 
Geralmente, a puberdade corresponde ao surgimento de mudanças tanto físicas quanto biológicas, ou seja, é nesse momento que o corpo se desenvolve, se tornando mais maduro e o adolescente fica capacitado para gerar filhos.  

Assim, a puberdade precoce é quando essas características aparecem antes do tempo determinado, ainda na infância. A Sociedade Brasileira de Pediatria, afirma que esse adiantamento se inicia antes dos oito anos, nas meninas, e antes dos nove, nos meninos.

Além disso, a puberdade precoce pode ter vários motivos diferentes, sendo eles identificados por um profissional, através de exame de sangue e imagem. Desta forma, torna-se de suma importância observar os sinais, para quanto antes iniciar o tratamento. 

Os principais sintomas da puberdade precoce 

Acima de tudo, a puberdade normalmente inicia nas meninas entre 8 e 13 anos, já nos meninos 9 e 14 anos, assim, quando esses sintomas surgem antes desse tempo, é considerado puberdade precoce. Veja abaixo.  

 Sintomas nas meninas 

Pelos pubianos e nas axilas;
Odor na axila;
Primeira menstruação;
Crescimento das mamas;
Surgimento de acnes e oleosidade na pele. 

 Sintomas nos meninos 

Pelos pubianos e nas axilas;
Odor na axila;
Oleosidade na pele e acnes;
Aumento dos testículos e pênis, com ereção e ejaculação;
Voz mais grave;
Tendência a agressividade; 

Em geral, a puberdade precoce pode ocorrer devido alguns fatores, como, por exemplo: 

Alteração do sistema nervoso;
Tumor nos ovários ou testículos;
Alterações hormonais. 

Em alguns momentos, o diagnóstico pode ser feito através desses sintomas, sem ser preciso realizar exames que confirmem. 

 Qual o tratamento para a puberdade precoce? 

Vale colocar em evidência, que a puberdade precoce não é uma doença grave, mas é necessário sim, o acompanhamento com um pediatra endocrinologista ou um clínico geral. Assim, o tratamento é estabelecido após a análise da causa de puberdade e a idade da criança.  

Quando o adiantamento desse período é causado por outra doença, é preciso realizar o tratamento dessa primeira, antes de introduzir medicamentos para tratar a puberdade precoce.

Entretanto, a maioria dos casos não possui um motivo específico, assim, todo o tratamento é realizado através de análogos de GnRH, um hormônio sintético, que tem por principal função impedir o trabalho da hipófise.  

 Conclusão 

Definitivamente, os sinais de puberdade precoce podem ser notados desde muito cedo, mas, por mais que não tenha uma causa certa, demorar a ter o diagnóstico, impede que o tratamento seja realizado. 

Como, por exemplo, no caso das meninas, que após a sua primeira menstruação, se torna mais difícil conseguir bloquear o eixo, e nem sempre vale a pena, tudo irá depender da decisão do profissional e das características de cada criança.

Ficou interessado (a) no assunto? Continue visitando o nosso blog e leia outros artigos, ou se desejar, entre em contato e agende uma consulta com um especialista. 

Voltar

Ver mais

    Assine nossa newsletter



    oi