Meu filho tem puberdade precoce, o que fazer?

Puberdade é a fase da vida de todo o ser humano, onde se passa da infância para a vida adulta, ou seja, a vida reprodutiva.

Puberdade é a fase da vida de todo o ser humano, onde se passa da infância para a vida adulta, ou seja, a vida reprodutiva. A puberdade tem um tempo correto para acontecer: não pode ser antes dos 8 anos em meninas e antes dos 9 anos em meninos.

Inclusive, há também a puberdade atrasada, que ocorre depois dos 13 anos nas meninas e depois dos 14 anos nos meninos.

No entanto, neste artigo falaremos sobre a puberdade precoce. Confira o que fazer se o seu filho está nesta situação.

 

Como diagnosticar?

 

Bom, a primeira coisa, que devemos fazer caso o seu filho se encontre nesta situação, é se perguntar se essa puberdade é central ou verdadeira, ou se trata de uma puberdade periférica.

 

Puberdade precoce central

 

Então, a primeira coisa que deve ser feita é uma avaliação hormonal, com a dosagem do LH, do FSH, do estradiol e da testosterona. O FSH não tem muito valor prático, mas é importante pedir. E nos meninos, também pedir o HCG porque pode ter tumores de testículo produzindo HSG e testosterona.

A puberdade precoce central deriva de um sistema central que é controlado pelo eixo hipotálamo-hipófise-gônada. Quando esse eixo é ativado prematuramente, semelhante ao eixo fisiológico, no entanto, em uma idade inapropriada ocorre a puberdade precoce central.

 

Puberdade precoce periférica

 

A puberdade precoce periférica acontece quando a produção de hormônios sexuais é independente da ativação do eixo central.

Na puberdade precoce periférica, há algo no ovário ou no testículo, aliás, por isso é que se chama periférico, ou em uma glândula chamada suprarrenal que secreta também hormônios, principalmente andrógenos que podem estar com problema.

Sendo assim, é preciso avaliar e fazer o diagnóstico. Existe um teste para confirmar isso, através de uma injeção que é um medicamento usado em praticamente em 100% desses casos, para bloquear a puberdade ou para o tratamento de câncer de próstata.

Injeta no músculo da criança e duas horas depois colhe o LH, novamente. Caso o nível de LH aumentar para um determinado valor que varia de acordo com o teste, o diagnóstico será de puberdade central, por exemplo.

 

As consequências do não tratamento

 

Se a criança não for tratada terá um grande prejuízo no seu crescimento. O problema, é que essas crianças são grandes, no entanto, irão parar de crescer muito cedo. Ou seja, elas estão maiores do que as outras crianças, há uma falsa impressão de que elas irão ficar muito altas.

Porém, como elas irão menstruar muito cedo, como, por exemplo, no caso das meninas, elas terão o crescimento interrompido muito cedo. O resultado é uma perda importante da estatura.

O importante é levar a criança para um especialista, mais especificamente um endocrinopediatra, que pode ser tanto um endocrinologista, ou um pediatra que tenha residência ou pós-graduação em endocrinopediatria.

Você pode procurar os especialistas tanto na Sociedade Brasileira de Pediatria, quanto na Sociedade Brasileira de Endocrinologia.

Quanto mais cedo identificar essa puberdade precoce nas crianças, melhor ela responderá ao tratamento. Por isso, fiquem atentos à evolução dos corpos das suas crianças.

Gostou desse conteúdo? Então se inscreva em nosso blog para mais conteúdos exclusivos como esse.

Referências Bibliográficas:

https://www.fleury.com.br/medico/artigos-cientificos/puberdade-precoce-central
https://mundoeducacao.uol.com.br/sexualidade/puberdade.htm#:~:text=A%20puberdade%20atrasada%20%C3%A9%20aquela,os%2014%20anos%2C%20em%20meninos.

Procure um especialista

Ver mais

';

    Assine nossa newsletter



    oi